Sistema de Monitoramento de Enchentes  
Sobre
Estações
Histórico
Contato
Histórico do sistema

O Rio Sapucaí é um importante curso dágua da região do Sul de Minas, nascendo no município de Campos do Jordão/SP e chegando até o Lago de Furnas/MG. Atravessa várias cidades que utilizam suas águas para abastecimento, irrigação, dessedentação animal, lazer e como insumo produtivo. Porém, como em muitos outros rios do Brasil, de tempos em tempos, provoca cheias de grandes dimensões, afetando toda a população sul-mineira. As cidades de Itajubá, Piranguinho, Santa Rita do Sapucaí, Pouso Alegre e Careaçu, entre outras, têm convivido com esse medo a cada período de chuvas. Foram vários os eventos extremos ocorridos cujo histórico aponta cheias desde 1874, sendo o último grande evento, na cidade de Itajubá, em Janeiro de 2000.

Desde o ano de 2000, a Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), por meio de seu Grupo de Estudo em Ciências Ambientais (GECA), vem trabalhando e desenvolvendo estudos na área de hidráulica fluvial, com forte ênfase na questão de enchentes.

Em Setembro de 2002 foi firmado, entre a UNIFEI e a COPASA, o 1° Plano de Trabalho que contemplava a instalação de estações de monitoramento e as primeiras medições fluvio-pluviométricas para o Alto Sapucaí. Este plano de trabalho se inseria dentro de um convênio assinado entre as partes para o equacionamento da questão de cheias no Sul de Minas.

O protótipo inicial começou sua operação em Maio de 2003 e funcionou até Março de 2005, com excelentes resultados. Por motivos financeiros, o projeto teve uma parada até Janeiro de 2008.

Com o novo convênio firmado entre UNIFEI e COPASA em 2010, estão disponíveis as informações hídricas - dados de chuva e níveis de rios - de 18 estações de monitoramento. Essas estações cobrirão a bacia do rio Sapucaí acima de Pouso Alegre, com informações para o acompanhamento hidrológico dos principais rios da região.

As cidades a serem beneficiadas com esse sistema serão:

  • Itajubá
  • Piranguinho
  • Pouso Alegre
  • Santa Rita do Sapucaí

Em fevereiro de 2009, o sistema pode verificar sua eficiência, quando o município de Itajubá enfrentou uma situação de iminente inundação (de pequena magnitude). Em articulação com a defesa civil, prefeitura, corpo de bombeiro, policia militar, imprensa e ONGs, os dados permitiram preparar a população para o evento.

 
Visitas desde 10/10/2011:  121811